sábado, 25 de fevereiro de 2017

2º Fase 1º Jornada: Louredense 1 - 0 UDCB

Data: 25 Fevereiro 2017, Sábado
Hora: 15H00
Local: Campo de Jogos José Cardador, Santa Clara do Louredo
Tempo: Céu Pouco Nublado, 15ºC

Onze Inicial: Daniel Raposo; Bruno Alvito, André Pontes, André Ramos, João Pica; Dinis Ferro, Bernardo Xavier, Iulian Toma; Fábio Acosta, Duarte Pelado, Cláudio Ramos (c)

Suplentes: José Cruz, Luis Rodrigues, Mihai Gaal, Miguel Ramos

Treinador: Francisco Rosa

Resultado Final: 1 - 0 (Hugo Páscoa)


As duas partes do encontro foram em tudo semelhantes: pobres, com pouco futebol e muita luta. Ambas as equipas entraram talvez receosas uma da outra e por isso não explanaram o seu melhor futebol. O UDCB entrou no jogo com alguma cautela a perceber como iria correr os primeiros instantes. Por outro lado, o Louredense tentava conseguir o domínio do encontro mas de forma muito lenta e denunciada. 
Não houveram grandes oportunidades de perigo ao longo de todo o jogo. As bolas paradas serviam para ou tentar alvejar a baliza ou bombear para a área à procura de um desvio para a baliza.


O Louredense teve um golo anulado por fora de jogo sensivelmente a meio da 2º parte onde a lenta sinalização do fiscal faz com que hajam algumas dúvidas.
O único golo do encontro surgiu quando restavam 15 minutos para o término da partida e foi marcado por Hugo Páscoa numa sobra bem aproveitada pelo capitão do Louredense.
O jogo terminou pouco depois sem mais nada a apontar.


Melhor em Campo: Hugo Páscoa - Difícil mencionar o melhor homem em campo visto que o jogo não foi bom de todo. Contudo, o Hugo marcou o golo da vitória da sua equipa.

Trio de Arbitragem (0-5): Nota 3, arbitragem tranquila num jogo onde não houve muitos lances polémicos. Poderia ter mostrado mais alguns cartões amarelos mas conseguiu controlar a partida sem sobressaltos.

Jogo pobre para primeiro jogo da 2ª Fase de Apuramento de Campeão. Os adeptos presentes no Campo de Jogos José Cardador certamente esperavam um jogo mais emotivo e apenas os adeptos da equipa da casa devem ter ficado satisfeitos pelos 3 pontos conquistados.

Próximo fim de semana o UDCB irá receber o Alvaladense no Campo dos Unidos.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Campeonato Distrital Corta Mato Alvito

Infantis Masculinos

13º - Pedro Pinheiro

Iniciados Masculinos

9º - Afonso Montinhos
10º - Pedro Baixa

Juvenis Masculinos

2º - Henrique Montinhos
3º - Ricardo Serrano

Veteranos Femininos V40

3º - Anabela Estácio

Veteranos Femininos V45

1º - Filomena Carvalho

Veteranos Feminos V50

1º - Ana Militão
2º - Maria Mestre
3º - Maria Pontes

Veteranos Masculinos V45

3º - João Baião

Veteranos Masculinos V50

3º - Paulo Veiga

Veteranos Masculinos V55

6º - Jorge Pereira

Corta Mato 4.000 M
Veteranos Femininos
1º - UDCB

Geral por Equipas
4º - UDCB



Referir ainda que a atleta Ana Militão no domingo no trail de Santa Iria em Serpa conseguiu o 2º lugar no seu escalão, VF50.

Análise aos Adversários - Grupo B

Louredense

Clube com grande tradição no Campeonato da Inatel. Possui sempre equipas acima da média, organizadas e aguerridas. Este ano parecem querer voltar ao título dado os reforços que conseguiram, alguns deles de grande valor e campeões o ano passado pelo Faro do Alentejo.
Na 1º Fase conseguiram um impressionante registo de 11 vitórias, 1 empate e duas derrotas sendo que apenas foram derrotados na casa da Trindade (2º classificado do grupo) e na última jornada e quando o título de Campeão de Série já não lhes fugia.
Marcaram 40 golos e apenas sofreram 8 nos 14 jogos disputados.
Irão querer segurar o 1º lugar o mais rápido possível.

Alvaladense

Outra equipa do grupo B da 1º Fase e que contou apenas com uma derrota em toda a 1º Fase curiosamente na 2º jornada frente ao Louredense. Desde então nunca mais perdeu sendo que conseguiu arrancar dois empates ao 2º classificado Trindade (1-1, fora e 0-0, casa) e ainda foi ao terreno do Louredense empatar a duas bolas.
Trata-se assim de uma equipa constituida por alguns jogadores experientes (entenda-se 30+ anos)  e uma mescla de juventude a que se associa sempre irreverência e que será um osso duro de roer quer em casa quer fora tendo apontado 28 golos (16 em casa e 12 fora) e sofrido 11.

Santa Luzia

Finalista vencido da última edição do Campeonato de Inatel perante o Faro do Alentejo e curiosamente no Campo dos Unidos em Beringel. Espera-se que a história continue e que não sejam felizes em Beringel. Conseguiu o 2º lugar no seu grupo (D) fruto de 8 vitórias, 2 empates e 4 derrotas. 3 destas derrotas foram fora de casa e onde sofreram sempre 3 ou mais golos. Daí percebe-se o porquê de terem 21 golos marcados e 19 sofridos, pois apenas em 3 jogos conseguiram não sofrer golos. São uma equipa que consegue marcar golos mas que tem o seu ponto fraco, a defesa.

Espera-se que o UDCB consiga ultrapassar esta difícil fase onde irá encontrar adversários distintos mas todos eles perigosos e com as suas armas.