quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Resumo do Jogo - 7º Jornada - Louredense F.C. vs U.D.C.B

No passado Sábado realizou-se a 7ª jornada do campeonato e tivemos como adversário o Louredense. Uma equipa que tenta sempre praticar um futebol positivo e que luta sempre pelos primeiros lugares.

Equipa Inicial: Osvaldo Faias; Luís Martins, Edgar Carapeto, Cláudio Ramos, André Pontes; André Ramos, Pedro Abundância, Bernardo Xavier, Miguel Ramos, Diogo Ferro; Afonso Santos.

Suplentes: Daniel Raposo; Nuno Grazina, Pedro Veiga; Ivo Viriato, Diogo Pimentinha, Rafael Xavier.

Treinador: Tiago Borges

1º Parte

O Lourendense, desde cedo começou por tentar implementar o seu futebol através da circulação de bola pelos seus jogadores. Esse futebol aconteceu a maior parte do tempo no reduto defensivo do adversário uma vez que a nossa equipa esteve bem ao pressionar os jogadores de meio-campo. O Louredense apesar de conseguir chegar à nossa área não conseguia criar verdadeiras oportunidades de golo, sendo que o lance mais perigoso, foi um remate de fora da área que o nosso guarda-redes defendeu com grande segurança. Nós, tentámos sobretudo em lances de contra-ataque chegar ao golo, o primeiro sinal de perigo foi dado por Afonso Santos mas um defesa adversário acaba por cortar o remate junto à linha da pequena área. Num dos lances de contra-ataque, Miguel Ramos lançado na esquerda ao ver Diogo Ferro em boa posição do lado direito do nosso ataque, consegue um bom passe longo ao qual o Diogo corresponde com grande classe e consegue um golo de belo efeito sem hipóteses para o guarda-redes adversário (1-0). 

Resultado ao Intervalo: 0 - 1 (Diogo Ferro)

2º Parte

Na segunda parte a nossa equipa baixou um pouco no terreno, fruto da determinação da equipa da casa. Com o passar do tempo e o aumento do número de avançados no ataque do Louredense foram surgindo boas ocasiões. A nossa equipa já não conseguia ligar o meio-campo ao ataque e os contra-ataques deixaram de ser tão bem definidos como na primeira parte. O treinador Tiago Borges tentou refrescar a equipa e reforçar a defesa mas o golo do Louredense acabaria por acontecer perto do minuto 70 com Pedro Carocinho a conseguir um bom remate de primeira numa insistência do seu ataque (1-1).  Até ao final da partida ambas as equipas tentaram chegar à vitória criando ainda algumas oportunidades de golo mas o jogo acabou com um empate.


Resultado Final: 1 - 1 (Diogo Ferro)


Na minha opinião, foi um jogo de futebol bem disputado em que ambas as equipas procuraram os 3 pontos. O empate é um resultado que a meu ver se ajusta à prestação de ambas as equipas.
A equipa de arbitragem, em especial os árbitros auxiliares estiveram um pouco a baixo do nível esperado com decisões algo incríveis.

Homem do jogo: Diogo Ferro

Resultado justo? Um empate na casa do Louredense é um resultado positivo ou negativo?

André Ramos

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

7º Jornada - Louredense F.C. vs U.D.C.B (15 Dezembro)


Este será o último encontro da 1º Volta do Campeonato sendo que marca também ele o inicio de uma pausa de aproximadamente 1 mês. O que espera desta jogo?

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Resumo do Jogo - 6º Jornada - U.D.C.B. vs A.C. Cuba

Para esta jornada a nossa equipa recebeu a formação oriunda de Cuba, num jogo onde grande parte do plantel esteve disponível para dar o seu contributo à equipa quer dentro quer fora do pelado. Sabíamos também que tínhamos de vencer este jogo para continuarmos a pressionar os adversários directos e aumentar a distância para a AC Cuba, por exemplo.

Equipa Inicial: Daniel Raposo; Luís Martins, Edgar Carapeto, Cláudio Ramos, André Pontes; André Ramos, Diogo Ferro, Bernardo Xavier; Nuno Grazina, Afonso Santos, Rafael Xavier

Suplentes: Osvaldo Faias; Pedro Veiga, Miguel Damásio; Pedro Abundância, Miguel Ramos; Vítor Galvão, Artur Mira

Treinador: Tiago Borges

1º Parte

O jogo iniciou-se em ritmo morno com as duas equipas a tentar fazer prevalecer os seus valores. No entanto foi a nossa equipa que demonstrou ser e estar mais forte que o adversário criando algumas oportunidades de grande perigo. Na primeira, Afonso Santos combina com Rafael Xavier e este com um remate à entrada da área de pé esquerdo faz a bola embater no poste. Posteriormente, uma jogada de insistência do Nuno Grazina sobre a direita que com um bom cruzamento coloca a bola redondinha no Afonso Santos que de primeira atira novamente ao poste. Por sua vez, a AC Cuba apenas conseguia chegar perto da nossa baliza através de bolas paradas mas a nossa defensiva esteve em bom plano e impediu a concretização dessas oportunidades.
Contudo, o jogo chegou ao intervalo com o nulo a manter-se fruto da ineficácia nos nossos jogadores.

Resultado ao Intervalo: 0 - 0

2º Parte

Para esta 2º Parte, o Treinador resolveu mexer na equipa retirando o Rafael Xavier, o Nuno Grazina e o Bernardo Xavier colocando para os seus lugares o Artur Mira, o Vítor Galvão e o Miguel Ramos com o intuito de realizar maior pressão sobre o adversário. A 2º Parte iniciou-se da mesma forma como terminou a 1º parte, com a nossa equipa a tentar o golo que tardou em chegar criando várias oportunidades. Numa delas Afonso Santos sai bem da marcação e realiza um cruzamento para o 2º poste onde aparece Vítor Galvão  a cabecear à barra. Na jogada seguinte a bola chega ao Artur Mira que na cara do Guarda-Redes "permite" a sua defesa. O tão ansiado golo chega a meio da 2º Parte numa jogada de insistência à entrada da área da AC Cuba com uma série de remates que embatem nos defesas adversários com Miguel Ramos a recolher a bola e num remate de raiva consegue finalmente inaugurar o marcador. Minutos depois, nova oportunidade, boa jogada colectiva lançando Vítor Galvão pela direita que com um cruzamento rasteiro serve Diogo Ferro ao 2º poste que encostou para a baliza. Lance caricato onde se gritou golo pois pareceu-nos que a bola entrou na baliza antes do Guarda-Redes da AC Cuba ter recolhido a mesma. A AC Cuba ainda tentou reagir e chegar ao empate colocando mais homens na frente de ataque mas felizmente para a nossa equipa, sem sucesso.

Resultado Final: 1 - 0 (Miguel Ramos)

Homem-do-Jogo: Miguel Ramos

Foi um jogo onde as emoções estiveram à flor da pele dado o número de oportunidades desperdiçadas. A ansiedade começou a tomar conta dos jogadores pois estes sabiam que tudo estavam a tentar para conseguir a vitória. No entanto se descurassem a defensiva poderiam sofrer um golo e seria um balde de água fria pois a nossa equipa estava bastante melhor. Foi uma vitória "sofrida" mas que significa o mais importante, a conquista de mais 3 pontos.

Resultado justo ou peca por escasso dado o número de oportunidades criadas pela equipa? Quem foi o melhor jogador em campo?

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

6º Jornada - U.D.C.B. vs A.C. Cuba (8 Dezembro)


Após vitória moralizadora em Faro do Alentejo, a nossa equipa irá receber a A.C. Cuba que apenas pontuou nos jogos fora de casa. Qual será o desfecho deste jogo?

terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Resumo do Jogo - 5º Jornada - G.D.C. Faro do Alentejo vs U.D.C.B.

Após a primeira derrota para o campeonato no passado fim de semana, a equipa estava motivada para voltar as vitórias. Em Faro do Alentejo os jogos são sempre difíceis e apesar do resultado o jogo foi equilibrado, sobretudo na primeira parte.

Equipa Inicial: Daniel Raposo; André Pontes, Edgar Carapeto (c), Cláudio Ramos, Luís Martins; Pedro Abundância, Diogo Ferro, Bernardo Xavier; Afonso Santos, Nuno Grazina, Rafael Xavier.

Suplentes: Osvaldo Faias; Miguel Damásio; Miguel Ramos; Diogo Pimentinha, Ivo Viriato, Artur Mira

Treinador: Tiago Borges

1º Parte

Ao contrário do que tem vindo a ser normal, entrámos algo apáticos em campo. O nosso ataque e meio campo não entraram bem e permitiam alguma liberdade na posse de bola dos homens de Faro. Apesar de a nível defensivo não estar a ser um jogo conseguido, em termos ofensivos a equipa conseguia desdobrar-se bem e chegar à área adversária. Perto do minuto 30 a nossa equipa chega ao golo pelo inevitável Afonso Santos. Um livre bem marcado por Luís Martins coloca a bola à entrada da pequena área onde aparece o Afonso para fazer o primeiro da tarde (0-1). Passados cerca de 5 minutos, outra boa oportunidade para a nossa equipa chegar ao golo, Rafael Xavier à entrada da área remata e leva a bola à trave num bom momento de futebol. De realçar que o Faro durante esta primeira parte também dispôs de uma oportunidade de muito perigo, onde Cláudio Ramos em esforço consegue o corte já junto à linha de golo.

Resultado ao Intervalo: 0 - 1 (Afonso Santos)

2º Parte

No inicio da segunda parte a equipa apareceu com outra garra, a disputar os lances com mais intensidade e a mostrar que não queria deixar fugir os 3 pontos. Aos 60 minutos após uma jogada do nosso ataque, Nuno Grazina entra pela direita da área adversária e após aguentar uma carga do adversário remata para o segundo da partida (0-2). O Faro tentou responder mas a nossa defesa esteve sempre muito concentrada e manteve a baliza do Daniel longe do perigo. A cerca de 10 minutos do final o último golo da tarde, Miguel Ramos lança Ivo Viriato no meio campo, este isola-se e desvia a bola do alcance do guarda-redes (0-3).

Resultado Final: 0 - 3 (Afonso Santos, Nuno Grazina, Ivo Viriato)

Homem-do-Jogo (Opinião Pessoal): André Pontes

Num jogo difícil, a nossa equipa conseguiu um bom resultado, fruto da entrega dos nossos jogadores sobretudo na segunda-parte. A nossa defesa esteve bem durante toda a partida e foi isso, a meu ver, que segurou a nossa equipa sobretudo na primeira parte. Uma palavra também para o Bernardo que fez também ele um grande jogo, incansável no meio-campo.

Parabéns equipa!

Mesmo com um número razoável de jogadores indisponíveis  a nossa equipa saiu vitoriosa num jogo e campo sempre difíceis para qualquer adversário. A qualidade do plantel é superior, inferior ou igual ao da época passada?