segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

II S. Silvestre Vila de Cuba

No passado fim de semana os nossos atletas participaram em mais uma prova, desta feita, em Cuba.
Fiquem com as classificações:

Iniciados Masculinos (9 participantes)
3º Lugar - Henrique Montinhos
6º Lugar - Ricardo Serrano

Juniores Masculinos (5 participantes)
4º Lugar - Gabriel Guerreiro

Seniores Masculinos (18 participantes)
11º Lugar - Óscar Oliveira
16º Lugar - André Serrano

VM40 (18 participantes)
2º Lugar - Eduardo Montinhos

VM45 (20 participantes)
8º Lugar - João Baião

VM50 (12 participantes)
12º Lugar - Paulo Veiga

VF50 (3 participantes)
2º Lugar - Ana Militão

Classificação Colectiva (21 equipas)
8º Lugar - UDCB - Terras de Barro, 41 pontos


segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

8º Jornada: A do Pinto 0 - 0 UDCB

Data: 17 Dezembro 2016, Sábado
Hora: 15H00
Local: Campo de Futebol, A do Pinto
Tempo: Céu Parcialmente Limpo, 14º



Onze Inicial:
José Cruz
Nuno Grazina
André Ramos (c)
Afonso Santos
João Pica
Bernardo Xavier
Dinis Ferro
Iulian Toma
Bruno Alvito
Duarte Pelado
Fábio Acosta

Suplentes:

Daniel Raposo

Bruno Lampreia

Treinador: Francisco Rosa

Resultado Final: 0 -0


Jogo com duas partes distintas. Na primeira parte maior pendor ofensivo do UDCB com várias oportunidades desperdiçadas:
- Fábio Acosta isolado mas como seu pior pé falhou o golo;
- Dois ou três minutos volvidos Bernardo cruza mas sem ninguém a conseguir desviar para a baliza;
- Iulian Toma também isolado remata mas a bola sobrevoa a baliza;
- Canto de Duarte Pelado com o André a cabecear mas a não conseguir introduzir a bola na baliza.
- Livre de Duarte Pelado castigando falta sobre o mesmo com este a não conseguir dar o melhor seguimento à bola parada.
- Antes do intervalo Duarte Pelado, novamente, faz um chapéu ao guarda-redes com a bola a bater na trave e caprichosamente a não entrar na baliza.
Jogo quase de sentido único sem que o adversário conseguisse criar perigo.


Na segunda parte o A do Pinto tornou-se mais agressivo e conseguiu ter a superioridade nesta metade. O UDCB não conseguiu reagir da melhor forma e poderia ter sofrido também golos. O jogo esteve também mais parado dado o elevado número de faltas.
Por fim o A do Pinto conseguiu introduzir a bola na baliza mas o fiscal de linha já havia assinalado fora-de-jogo que quanto a nós foi uma excelente decisão. Não seriam muitos os fiscais que conseguiriam analisar este momento  de forma tão clara visto que apenas estava um defesa entre a bola e a linha de golo sendo que o nosso guarda-redes José Cruz se encontrava adiantado na sequência do lance.

Melhor em Campo: Ninguém a ressalvar visto que como na partida anterior o jogo foi algo pobre, de muita luta.

Trio de Arbitragem (0-5): Nota 3, arbitragem razoável deste trio que teve algumas decisões difíceis de tomar mas que decidiu quase sempre bem.

Em suma, a nossa equipa irá passar o Natal e Ano Novo no 2º lugar do Grupo A e o primeiro jogo de 2017 será a recepção ao 1º classificado Luso Serpense.

domingo, 11 de dezembro de 2016

7º Jornada: São Matias 0 - 0 UDCB

Data: 10 Dezembro 2016, Sábado
Hora: 15H00
Local: Campo de Jogos, São Matias
Tempo: Céu Pouco Nublado, 18ºC




Onze Inicial:
José Cruz
Bruno Alvito
André Ramos (c)
Afonso Santos
Nuno Correia
Bernardo Xavier
Dinis Ferro
Iulian Toma
André Pontes
Duarte Pelado
Fábio Acosta

Suplentes:
Daniel Raposo

Mihai Gaal
Valdemar Moisão


Treinador: Francisco Rosa

Resultado Final: 0 - 0 





Primeira parte algo dividida e nem sempre bem jogada. As melhores oportunidades foram do UDCB mas sem real perigo para a baliza do São Matias. Por outro lado o adversário preocupou-se mais em estancar o nosso jogo ofensivo do que tentar construir o seu. Muito pouco para uma equipa que jogava em casa e após uma derrota frente ao Serpense deveria fazer mais para se chegar à frente na tabela classificativa.
Lance polémico na primeira parte após livre directo batido por Iulian com o guarda-redes a defender para a frente e Bernardo Xavier mais rápido que toda a gente marca golo. O fiscal de linha invalida o lance por pretenso fora de jogo. A nossa equipa tentava chegar à baliza de várias formas mas os lances eram interrompidos sempre da mesma maneira - fora de jogo atrás de fora de jogo, alguns deles escandalosos.
Por último, Duarte Pelado ao ser servido para as costas da defesa do São Matias, ganha a posição ao seu oponente que o derruba. É inacreditável como o árbitro decide ao contrário e assinala falta contra o UDCB. Este lance foi semelhante ao último lance da partida em que André Ramos faz falta sobre o avançado do São Matias com o banco do São Matias a protestar e a pedir a expulsão do André Ramos. Todavia no lance com o Duarte, na primeira parte, aplaudiram de pé a decisão do juiz. É o estado do nosso futebol quer no campo quer pela TV - ganhar a todo o custo independentemente de estar certo ou errado.



Para a segunda parte o jogo piorou ainda mais de qualidade, muito "chutão" para a frente e pouco futebol ligado, muitas faltas sendo que arrisco-me a dizer que 90% foram assinaladas de forma errada para as duas equipas. O único lance digno de registo surgiu após cruzamento da direita com Dinis Ferro a aparecer de rompante no coração da área mas a desviar a bola por cima da baliza.
O São Matias, nos últimos minutos, fez também o seu "pressing" final por intermédio de lances de bola parada mas a nossa defensiva superiorizou-se aos atacantes contrários em quase todos os lances da partida.

Melhor em Campo: Não houve um jogador que se destacasse dos demais.

Trio de Arbitragem (0-5): Nota 1, poderia ser 0 porque zero também é número mas essa nota ficará guardada para algo ainda mais escandaloso no futuro. Valeu por ter conseguido terminar o jogo, mesmo que aos trambolhões com tanta asneirada efectuada.

Resumindo, jogo bastante fraco e não fosse alguns "bate-bocas" e seria entediante demais para se assistir. Bom resultado para o Luso Serpense que poderá ter conseguido mais alguma vantagem sobre os seus oponentes directos.

No próximo jogo, o UDCB desloca-se a A-do-Pinto sendo o último jogo de 2016 regressando no dia 7 de Janeiro em casa nesse jogo que se espera escaldante com o Luso Serpense.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

6º Grande Prémio de Atletismo Santa Bárbara

Os nossos atletas participaram no passado dia 8 de Dezembro em mais um evento desportivo. Aqui ficam as classificações:

Iniciados Masculinos : Henrique Montinhos 8º / Ricardo Serrano 13º em 17 atletas
Juniores/Seniores masculinos : Gabriel Guerreiro 38º em 47 atletas
Veteranos B Masculinos : Eduardo Montinhos 9º em 27 atletas

Veteranos C masculinos : João Baião 11º em 23 atletas
Veteranos A femininos : Anabela Estacio 9º em 17 atletas
Veteranos B femininos : Ana Militão 2º em 9 atletas



domingo, 4 de dezembro de 2016

6º Jornada: UDCB 3 - 0 Quintos

Data: 3 Dezembro 2016, Sábado
Hora: 15H00
Local: Campo dos Unidos, Beringel
Tempo: Chuva Forte, 14ºC




Onze Inicial:
Daniel Raposo
Bruno Alvito
André Ramos (c)
Afonso Santos
Mihai Gaal
Bernardo Xavier
Dinis Ferro
Iulian Toma
Artur Mira
Duarte Pelado
Fábio Acosta

Suplentes:
José Cruz
Nuno Grazina

João Pica
Valdemar Moisão

David Carvalho

Cláudio Ramos

Treinador: Francisco Rosa

Resultado Final: 3 - 0 (Duarte Pelado e Cláudio Ramos (2))



Antes do inicio da partida minuto de silêncio em memória das vitimas do acidente de avião, #ForçaChape.


Mau tempo: muito vento e muita chuva tornando o campo demasiado pesado e encharcado impedindo o UDCB de jogar o futebol que mais gosta. Ainda assim foi a nossa equipa a tentar, de variadíssimas formas, chegar ao primeiro golo da partida. Não o conseguiu pois ora a água impedia a bola de seguir o seu normal curso ora os jogadores do Quintos conseguiam colocar-se entre a bola e a baliza. O jogo foi empatado para intervalo num resultado injusto dado que só o UDCB procurou marcar. O Quintos nunca criou perigo junto da baliza de Daniel Raposo.


Para a segunda parte o mister Francisco Rosa lançou Cláudio Ramos e esta substituição veio a revelar-se decisiva. Não só pelo que deu ao jogo mas porque também conseguiu introduzir a bola por duas vezes na baliza do Quintos. Mas já lá vamos!
O primeiro golo é da autoria de Duarte Pelado após um remate de pé esquerdo sem preparação a meio do meio-campo do Quintos com a bola a sobrevoar o guarda-redes que estava um pouco adiantado. Grande golo!! Este momento fez com que o Quintos deixasse a sua abordagem demasiado conservadora e claramente "para o pontinho" para tentar algo mais.
No entanto, este golo galvanizou o UDCB que não deu hipótese em todos os momentos do jogo e chegou naturalmente ao 2-0 por Cláudio Ramos. Cruzamento bem tirado de Fábio Acosta sobre a esquerda com Cláudio Ramos a antecipar-se desviando a trajectória da mesma e a impedir a intercepção por parte do guarda-redes adversário.
O terceiro e último golo surge após boa jogada de entendimento entre Nuno Grazina e Duarte Pelado, sobre a direita do ataque, com este último a cruzar após ultrapassar o seu adversário directo com Cláudio Ramos no sitio certo a encostar para a baliza.
Apesar do resultado seguro, o UDCB não deixou de atacar e tentar marcar mais golos mas não o conseguiu embora tenha tido várias oportunidades para ampliar a vantagem.
O jogo chegou assim ao fim com o resultado a fixar-se em 3-0.

Melhor em Campo: Cláudio Ramos - Não só pelo que deu ao jogo descobrindo caminhos para a baliza mas, sobretudo, por ter bisado após ter entrado ao intervalo.

Trio de Arbitragem (0-5): Nota 3! Pelado encharcado e difícil de se jogar. Houve bastante contacto físico e muitas faltas. Apesar das normais falhas conseguiu ter uma performance razoável.

Em suma, grande mentalidade e atitude da nossa equipa que soube gerir a ansiedade num jogo que pelas condicionantes apresentadas seria complicado o que se veio a verificar com os golos a surgirem apenas na segunda parte.
No próximo sábado, o UDCB desloca-se a São Matias para fechar a primeira volta de campeonato!